Cadastre-se

A maior plataforma digital de produtos e serviços da nossa região

Selecione as opções:
 

Últimas notícias

Guia Cidades

Veja as últimas novidades

Sem titular na pasta da saúde Guanambi vê Covid-19 aumentar

A nova onda não chegou apenas aumentando os números de casos, mas também elevando o número de hospitalizados.

 

GUANAMBI – A segunda onda de covid-19 pode ter iniciado em Guanambi, conforme os dados epidemiológicos divulgados no Boletim Epidemiológico. A nova onda não chegou apenas aumentando os números de casos, mas também elevando o número de hospitalizados.

Nas últimas 24 horas, os casos ativos saltaram de 46 para 68 em relação, além disso, subiu para 4 o número de hospitalizados. Enquanto isso, a Secretaria Municipal de Saúde permanece com um coronel aposentado como secretário.

O vírus, que já deixou 143 mortos na cidade desde o início da pandemia da Covid-19, avançou nos 22 municípios da microrregião, segundo dados das secretarias. Em outubro, o Pronto Atendimento (PA Covid) foi desativado na cidade, depois de registrar baixa nas internações de pacientes.

Apesar do aumento de casos da doença em Guanambi, O secretário interino Inácio Paes Lira Júnior, tomou poucas medidas. Na terça-feira, 29 de novembro, o Governo do Estado publicou um decreto, tornando obrigatório o uso de máscaras de proteção em prédios públicos.

Um dia depois, Guanambi publicou um decreto no Diário Oficial do Município (DOM), tornando o uso de máscaras obrigatório nos estabelecimentos de saúde.

A secretária de Saúde Nancy Ferraz foi exonerada no dia 6 de outubro, logo após o primeiro turno da eleição de 2022. O prefeito não emitiu nenhuma nota explicando o motivo da exoneração por se tratar de uma questão administrativa, mas há informação que a demissão teria sido por deslealdade.

De acordo apurou o Portal Folha do Vale, a pasta deve continuar em um titular por mais alguns dias. Existe uma previsão que o novo secretário seja nomeado no primeiro trimestre de 2023.

 

Por Folha do Vale

  • 09 de dezembro

Mulher é resgatada de trabalho em condições análogas à escravidão na Bahia

SÃO GONÇALO DOS CAMPOS – Uma mulher, de 59 anos, foi resgatada de um trabalho em condições análoga à escravidão, no município de São Gonçalo dos Campos. Segundo o g1, a ação foi feita por fiscais da Auditoria Fiscal do Trabalho no dia 30 de novembro. As informações foram confirmadas, nesta quarta-feira (7), pelo Ministério do Trabalho e Previdência. A vítima trabalhava há quase 35 anos em uma casa onde cuidava de serviços domésticos para manutenção do imóvel e conforto da família empregadora, sem nunca ter recebido salário nem ter tido acesso aos direitos trabalhistas. Segundo o órgão, a família administrava as contas bancárias da trabalhadora e repassava valores em torno de R$50 a R$ 100, por mês. Em nota, o Ministério do Trabalho e Previdência informou que as condições de trabalho análogas à escravidão foram confirmadas após uma inspeção no local de trabalho e moradia da vítima. Após o resgaste, a doméstica foi levada a um abrigo, onde é acolhida até que seja decidido um local de moradia com a sua própria família.

 

Por 97 News

  • 09 de dezembro

Caetité; homem é morto com golpes de bloco de concreto

 

CAETITÉ – Na tarde deste domingo (4), por 13h25, a Polícia Militar foi informada de um corpo numa construção de um prédio escolar que fica localizado próximo a UNACON e Avenida Francisco Bastos Lima/BR-430.

No local foi encontrado e identificado o corpo de Juliano Brito de Oliveira de 42 anos, residente no centro de Caetité. Segundo a Polícia Militar a vítima estava com vários ferimentos na cabeça, provocado por blocos de construção civil.

Segundo informações dos familiares foi levada da vítima uma motocicleta, documentos pessoais e cartões de conta bancária.

O local do crime foi isolado pela PM até a chegada do Departamento de Polícia técnica (DPT).

 

Por HRBA

  • 09 de dezembro
Veja mais

Encontre aqui o que procura!

Realize aqui o seu cadastro e se conecte! Tudo em um só lugar!

Começar

Tem alguma pergunta?

Entre em contato!

Depoimentos

Palavras de nossos clientes.